Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Direito, gestão e esportes

Direito, gestão e esportes

Por Higor Marcelo Maffei Bellini

 

Acabei de lesta noticia: Ex-jogador amputa a perna por causa de infiltrações

 

Esta noticia demonstra o que sempre digo e defendo: "quem pratica esporte de alto rendimento, não pode esperar uma vida saudável".

 

 O atleta que tem no esporte a sua profissão leva o seu corpo ao limite, e algumas vezes, para além dos limites deste. Tomando remédios não para se tratara, mas, apenas para poderem estar dentro do campo/quadra para o próximo jogo possível, não importando as consequências desta sua atitude a médio e a longo prazo.

 

Digo isso de esperiencia propria que fui um atleta da base do basquete, encerrando a minh acarreira antes de passar ao junevil, que hoje seria ai o sub 18, em razão de não de não mais aguentar as dores em meu joelho direito, que começaram com uma torção quando eu tinha 13 anos e que se repetiram a cada sesi meses, eu me recuperava d euma vinha a outra. Tendo de escutar que meu joelho era "podre" ou de "vidro".

 

Eu sofri com as dores vindas destas lesões por quase 20 anos, não ocnseguindo subir e descer a escada sem dor. O que me resolveu o problema foram alguma cirurgias espirituais, que vocês podem ou nã acreditar, mas para mim resolveu.

 

Mas voltando ao ponto inicial os atleta de alto rendimento ao sofrerem um acidente do trabalho, como é qualquer lesão, não tendo tempo de uma completa recuperação sofrem com as sequelas deste acidente, que podem em algumas vezes ser tão dolorosas que a pessoa opta por parar de jogar, para se tratar, fazendo vovas cirurgias. Ou como este caso extremo onde a pessoa opta por amputar um membro.

 

Vamos desmascarar esta mistica de que esporte é saude, já que isto apenas acontece, se for no esporte amador, nunca no de alto rendimento

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.